Waffle de polvilho, sem glúten.

Oi divas.
Já postei aqui no blog uma receita de waffler sem glúten feito com farinha de arroz - quem quiser conferir clica aqui.
Porém, está meio complicado achar essa farinha para vender e devo confessar que depois que testei a receita que vou passar para vocês hoje, a farinha de arroz passou a ser totalmente desnecessária para fazer meus waffles.
Ah! Essa receita é uma adaptação de uma que eu encontrei na internet, porém eu reduzi a quantidade de óleo e açúcar e acrescentei ingredientes que deixaram a massa mais nutritiva e funcional.


Waffles de polvilho, sem glúten.

Ingredientes:
* 2 ovos
* 2 colheres (sopa) de óleo
* 3 colheres (sopa) de açúcar
* 1/2 colher (chá) de sal
* 50 ml de água
* 1 xícara de polvilho azedo
* 1 colher (sopa) de linhaça triturada na hora
* 1/2 colher (sopa) de gergelim triturado na hora - opcional
* 1 colher (copa) de fermento em pó

Modo de preparo:
Primeiro ligue o aparelho de waffle e deixe aquecendo enquanto prepara a massa.
Triture a linhaça e o gergelim no liquidificador, junte todos os ingredientes e bata até obter uma mistura homogênea.
Quanto a água, vai depender de como você prefere a massa, se mais firme ou mais liquida. Se ficar mais firme o waffle sai um pouco mais massudo, como a do vídeo abaixo, se a massa for mais mole o waffle fica mais leve.
Eu prefiro a massa bem molinha por isso eu coloco os 50 ml de água e bato a massa, vejo como ela ficou, se ainda estiver consistente acrescento mais 1 ou 2 colheres (sopa) de água, Mas, como eu falei, isso é muito de paladar, não tem relação com a massa ficar mais saborosa ou não, e sim o waffle ficar mais leve ou massudinho, das duas formas é uma delicia.
Coloque a massa aos poucos no aparelho de waffle.
Mais um detalhe importante - essa massa cresce muito, mas muito mesmo, por isso vá devagar na hora de colocar na forma, a primeira vez que eu fiz coloquei a mesma quantidade de massa que estava acostumada a colocar com a receita tradicional (feita com farinha de trigo) e foi quase como um vulcão em erupção, um tal de transbordar para todos os lados, uma meleca geral.
Outro detalhe para quem como eu não está acostumada a usar o polvilho nas receitas, é que ele é super leve, só de abrir o pacote já começa a sair voando rsrsrs... Então, manuseie com calma, pois senão quando terminar o waffler, terá polvilho até nos cabelos kkkk... Experiência própria.


Quanto ao sabor hummm... Devo confessar que não esperava que fosse tão gostoso assim, me surpreendeu de mais.
Se você comer assim que preparar ele vai estar muito crocante, muito parecido com a casquinha de sorvete. Depois de frio, a massa continua leve mas macia, porém ainda fica muito gostoso.
A massa não pesa no estômago, e combina tanto com recheios doces quanto salgados eu adoro comer com geleia sem adição de açúcar (não é a diet) são algumas geleia feitas com pouco ou nada de açúcar, está escrito na embalagem  - menos 50% de açúcar, ou 100% sem adição de açúcar - ou ainda com a geleia de morango que eu faço em casa. Para opção salgada, prefiro o cottage zero lactose.
Rendimento - de 4 a 5 waffle dependendo da consistência da massa.



Confiras os detalhes no vídeo.


Uma ótima opção para substituir o pão no café da manhã ou lanche da tarde.
Deliciem-se.

Beijinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

imagem-logo