Projeto | Flexibilidade em 30 dias ! Dia 24

Oi divas.
Estou chegando na reta final do projeto de flexibilidade em 30 dias, e tinha uma certa esperança de conseguir melhores resultados apesar de ter os pés no chão e saber que essa é a primeira vez na vida que faço um treino específico para flexibilidade e que sou uma pessoa com histórico de encurtamento muscular, não daria para exigir grandes ganhos em tão pouco tempo.


Até aqui o que estou tendo que aprender é que a paciência é a maior das virtudes que uma pessoa que está em busca mudanças físicas através da atividade física precisa desenvolver em si.
A gente começa uma coisa e quer logo sair fazendo aquilo que é mais difícil e ao mesmo tempo mais esteticamente bonito nas fotos, mas seu corpo não responde na mesma velocidade que sua mente, então se você não parar, respirar e perceber o que seu corpo fala, irá desistir na primeira foto desengonçada e sem graça - e olha que fotos assim eu tirei muitas assim e continuo tirando.


É natural querermos resultados rápidos, mas não é natural fazermos disso uma crença. É preciso olhar para tudo os ser redor e perceber que somente a prática leva a perfeição, e a prática exigem tempo, são horas, dias, meses e muitas vezes anos de treino. 
Foi assim em tudo na nossa vida, desde o momento que aprendemos a falar, a andar, a escrever, a desenhar, a andar de bicicleta, até o momento em que nos tornamos adultos e os desafios ficaram mais complexo, pelo menos na nossa cabeça, alias só na nossa cabeça, pois quando somos crianças todo mundos nos incentiva a experimentar coisas novas e quando fazíamos algo errado nos davam força para tentar de novo e de novo, mas a medida que crescemos as exigências mudam e as nossas falhas são observadas como fraqueza e então deixam de ser desafios para serem momentos de frustração.
Se nos deixamos levar pelas criticas, abandonaremos tudo o que começarmos e tivermos dificuldade.
E as criticas não são somente externas não, muitas vezes elas são ainda piores quando vem da gente mesmo.
Como tudo na vida se desenvolve, esse é o meu momento de aprender a ser menos critica comigo mesma, a cuidar do meu corpo com muito mais carinho e paciência. Incrível como um simples treino de flexibilidade que era para mexer apenas com o corpo, consegue chegar mais longe e invadir nossa mente com pensamentos que antes deixamos pra lá.
A atividade física, independente de qual seja, faz isso com a gente. Primeiro nos motiva, então nos desafia e por fim nos faz perceber que se não estivermos alinhados corpo e mente, jamais conseguiremos alcançar nossos objetivos. Cada dia que passa sinto que aquele post que escrevi sobre corpo e mente é mais verdadeiro do que eu realmente percebia, pra ler o texto clique aqui.


Tenho apenas 6 dias pela frente, e nesse tempo, não vou exigir que meu corpo vá além daquilo que ele pode me dar nesse momento só para mostrar para vocês resultados surpreendentes, isso poderia ser legal para quem visse, mas não seria legal para mim, pois quem sabe nessa brincadeira meu pior prêmio seria uma lesão. Quero aproveitar esse tempo para aprender mais sobre mim, sobre meu corpo e minha capacidade, aí sim, eu terei muito mais para dividir com vocês do que apenas fotos de uma pessoa que conseguiu aumentar sua flexibilidade sem respeito nenhum com seu corpo.

A cada projeto, vou percebendo meu corpo de forma mais profunda e descobrindo que tenho motivos muito maiores para me amar.

Beijinhos.

Um comentário:

  1. Acredito que eu tenho uma flexibilidade mediana, mas adoraria praticar exercícios como ioga e pilates para melhorá-la!

    Uma ou Outra | Fanpage | Twitter | Youtube | Instagram

    ResponderExcluir

imagem-logo